Entendam Algumas Coisas…

 

Bom dia povo de umbanda!
Muitos dos que frequentam um terreiro de umbanda, querem fazer parte ativamente, querem fazer parte da corrente, querem incorporar seus guias, querem dar consultas, querem tudo isso e muito mais.
Mas será que estão preparados para assumir tamanha responsabilidade?
”RESPONSABILIDADE” com letras maiúsculas, e com todo o peso que esta palavra tem dentro de um ritual de umbanda.
Ser responsável primeiro por si próprio para depois assumir a responsabilidade de tentar cuidar de alguém.
Para vestir o tão sonhado branco, é preciso se vestir de humildade, respeito e conhecimento.
Mas quantos se dão conta deste fato? Posso dizer pelo que vejo, que são pouquíssimos os iniciantes e mesmo alguns médiuns já em desenvolvimento que tem o pé no chão, a maioria tem a cabeça nas nuvens da ilusão, suspiram pelo posto,mas não pelas ocupações do cargo, como alguns profissionais que suspiram por determinados salários, mas não possuem qualificação profissional para exercerem determinadas profissões.
Ao longo destes anos todos dentro da religião, ainda vejo aqui e ali uma legião de neófitos colocando o carro á frente dos bois e querendo passar a frente do seu “tempo”, o tempo que todos temos para aprender e amadurecer.
Pular etapas, ultrapassar limites, não faz ninguém evoluir mais rápido, muito pelo contrário.
A humildade tem que existir e se mostrar através do respeito ao solo que se pisa, a corrente astral que lhe acolheu, ao dirigente espiritual que lhe orienta e ampara, aos irmãos mais velhos que chegaram primeiro e já amadureceram e entenderam o valor da simplicidade.
A ansiedade em “consultar” tem que ser substituída pela vontade de aprender, de se preparar para melhor ajudar a todos que buscam o terreiro para amenizar suas dores físicas, mentais, emocionais e espirituais.
Afinal, só estando bem e tendo conhecimento, é que podemos fazer o bem sem olhar a quem e antes de amparar alguém,sempre devemos nos certificar que estamos amparados.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.