Lição do Exú Meia Noite

 

 

Uma vez um homem muito distinto chegou no terreiro para ter uma consulta e naquele dia por força de um outro trabalho pendente era Sêo Meia Noite que iria atender.
Ele queria conversar de igual pra igual, achava que falar com preto velho ou caboclo era coisa de gente atrasada.
Já chegou com uma bonita garrafa de Whisky e uma caixa de charutos pra “agradar” o “Compadre” ; se gabava todo.
Chegou sua vez, sentou na frente do Exu e logo soltou um sorridente ‘’Saravá’’ como se fossem amigos a muitos anos…(logo com quem…)
Sêo Meia Noite educado, mas não com cara de muitos amigos respondeu boa noite e indagou o que o homem fazia ali:
Sabe exú, eu já frequento muitos terreiros, sou empresário , e até tenho um exú que me acompanha e quando ele encosta em mim eu bebo, mas bebo que nem vejo o que faço… Pois então eu quero uma ajuda “pros negócios” que andam meio fracos… eu fui em outro terreiro mais achei o trabalho devagar não deu muito resultado…
Sêo Meia Noite, olhou de forma irritada para o consulente e prosseguiu a conversa:
Pois bem moço… eu estou bêbado ou embriagado e sem saber o que faço?
Não me parece – respondeu o homem
Essa garrafa de bebida que você trouxe ?
É um agrado pra você, se não estiver bêbado é uma boa oportunidade não acha?
É whisky bom, envelhecido, só bebo do melhor e tem charutos também, não comprei esses de macumba não, comprei cubano … Só fumo o melhor!
Pois então, respondeu o Sêo Meia Noite, se eu estivesse bêbado, sem saber o que faço, você teria confiança em mim ou na minha conversa?
Se você me encontrasse na rua bêbado, fumando um charuto “cubano” atrás da rua você me pediria um conselho?
O homem coçou a cabeça confuso …
Pois então exú não é pinga, confusão, perturbação.
Eu manipulo a bebida, o cigarro para espargir as larvas astrais, quebrar o que está enfeitiçado, esse negócio de “meu exu” beber, e fazer trapalhadas é coisa de médium mal instruído, de gente que não conhece sua religião, de gente que põe desculpas nos seus vícios e coloca toda a culpa em nossa legião.
O homem estava envergonhado, mas o Sêo Meia Noite prosseguiu:
Essa culpa eu não carrego, meus desmandos já paguei e estou pagando, agora pagar pelos desmandos do povo da terra, isso não vai dar não !
Exu não ataca ninguém, agimos dentro da Lei Maior e sempre guiamos para o caminho melhor, o caminho do bem….
O resto é invenção de quem não tem o que fazer…
Mil desculpas pela minha ignorância ! – respondeu o homem.
Quer melhorar seu negócio ?
Sim, é o que eu mais quero, disse o homem
Pois então trate de parar de beber, principalmente durantes as reuniões, prá pelo menos saber o que está fazendo.
Se você parar de comprar essa bebida cara vai sobrar mais dinheiro no fim do mês e vai dar para levar sua mulher e filhos pra passear.
Boa noite e boa sorte , concluiu o Sêo Meia Noite.
O homem respondeu o boa noite e saiu envergonhado com a garrafa embaixo do braço e os charutos no bolso.
Algum tempo depois ele voltou para agradecer, disse que tinha parado de beber e que seus negócios e família iam muito bem.
Sêo Meia Noite limitou-se em dizer:
Isso, é isso que um exu faz…

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.